Archive for Dezembro 2013

Palavras na boca de Michio Kaku: ele realmente provou a existência de Deus?

Há um tempão atrás, (uns três anos) eu vi uma matéria em um site gospel que dizia que o Michio Kaku tinha criado uma teoria que provava a existência de Deus. Como na época eram apenas casos isolados, eu não me importei muito com o assunto. Porém agora essa notícia ganhou força novamente e apenas dois sites (Universo Racionalista e E-Farsas) se manifestaram, então vou aproveitar meu sábado de folga não apenas para dizer que o Michio Kaku provavelmente não disse isso, mas também para dizer que uma afirmação dessas não faria sentido. Antes quero destacar que:

1 – Eu NÃO vou dizer que Deus não existe.
2 – Eu NÃO estou falando mal do Michio Kaku.

foto clichê do Kaku
Primeiro vamos começar pela notícia, ela foi postada em vários blogs, nenhum deles cita fonte, quando cita alguma fonte é de um outro blog que tem menos credibilidade do que o meu. O texto mais antigo que achei remete a 2009, e diz o seguinte:

(1) O físico teórico Michio Kaku, diz ter criado uma teoria que pode apontar a existência de Deus. Comentário criou alvoroço no meio científico, pois Michio Kaku é considerado um dos cientistas mais importantes da atualidade, criador da Teoria das Cordas, é extremamente respeitado.

(2) Para chegar às suas conclusões, o físico fez uso de um "semi-raio primitivo de táquions" (Táquions são partículas teóricas, capazes de "desgrudar" do Universo a matéria ou vácuo que entrar em contato com ela, assim, deixando qualquer coisa livre das influências do universo à sua volta), tecnologia criada recentemente em 2005. Embora a tecnologia para chegar às verdadeiras partículas de táquions ainda esteja muito longe de ser alcançada, o semi-raio tem algumas poucas propriedades dessas partículas teóricas, que são capazes de criar o efeito dos verdadeiros táquions, em escala subatômica.

(3) Para Michio a existência de "Deus" se deve ao fato de nós vivermos em uma "Matrix": - Cheguei à conclusão que estamos em um mundo feito por regras criadas por uma inteligência, não muito diferente do seu jogo preferido de computador, claro, impensavelmente mais complexa. Analisando o comportamento da matéria em escala subatômica, a parte afetada pelo semi-raio primitivo de táquions, um minúsculo ponto do espaço, pela primeira vez na história, totalmente livre de qualquer influência do universo, matéria, força ou lei, percebi de maneira inédita o caos absoluto. Acredite, tudo que nós chamávamos de casualidade até hoje, não fará mais sentido. Para mim está claro que estamos em um plano regido por regras criadas, e não moldadas pelo acaso universal. - Comentou o cientista.

(4) A teoria completa deverá ser apresentada em 9 de janeiro de 2010, em um congresso na Suíça.

ScientificAmerican

Vamos parágrafo por parágrafo.

1 – O Michio Kaku nunca apresentou à comunidade científica nenhuma teoria relacionada a Deus, isso porque nós sabemos que Deus (independente da existência dele ou não) é algo abstrato, alheio a nossa ciência. Deus não pode ser testado, não pode ser mensurado, então não há como estudarmos cientificamente a existência de Deus. Mas como eu já falei anteriormente, a ciência não se divulga no boca a boca, e sim em artigos científicos que passam por uma séria revisão por pares, depois outros cientistas buscam a confirmação ou refutação do estudo apresentado. Esses artigos, que são a parte fundamental de uma pesquisa científica, ficam disponíveis em uma plataforma restrita chamada Web of Knowledge, por exemplo. Eu fui lá procurar alguma publicação dele referente a esse assunto e adivinhem... não encontrei NADA! Porém tem algumas publicações recentes de algum Kaku M. que é na área de plasma e fotônica, duvido muito que seja o mesmo. Abaixo você pode ver um pdf com todos os artigos referidos à pesquisadores com sobrenome Kaku, de 1988 até agora:




Um segundo ponto dentro desse primeiro paragrafo é que hoje em dia Kaku não é um cientista importante, mas talvez um divulgador de destaque. Faz bastante tempo que ele não publica nada relevante e ele não foi criador da Teoria de Cordas. Na década de 70 e 80 ele produziu pesquisas muito boas na área de Teoria de Campo de Corda, que hoje está jogada as traças, mas isso não faz dele nenhuma autoridade incontestável em assunto nenhum!

2 – Aqui a coisa fica complicada, o texto tenta usar um suposto jargão técnico e um, mais suposto ainda, embasamento teórico para corroborar com as afirmações que o Kaku teria feito. O problema é que “semi-raio primitivo de táquions” não existe, na verdade é algo que nem faz sentido. Até mesmo a definição de táquion é sem sentido. Tentei procurar por essa afirmação do Michio Kaku, mas não encontrei nada, a única coisa que achei foi uma versão em inglês (porém postada em um site um português) da notícia, o suposto título em inglês seria “Noted scientist Michio Kaku says that God exists” e teria sido postada na Gospel Prime, mas não achei absolutamente nada sobre isso.

video em que Michio Kaku expõe sua visão pessoal de Deus.

3 – Fui procurar sobre as afirmações do Kaku relacionadas a vivermos em uma Matrix, o que eu achei foi essa entrevista na Scientific American, em que ele fala sobre uma série de assuntos especulativos. Apesar de não falar nada sobre Deus, Kaku já expressou outras vezes sua opinião pessoal do assunto, na qual ele diz ter uma visão de que Deus está relacionado à matemática que rege o universo. Aqui eles voltam a falar de um experimento, que da forma que foi descrita nunca foi feita. O que eu pessoalmente acho que aconteceu é uma enorme confusão de idéias, que pode ter sido proposital ou não, pois parte dessas afirmações caem nesse assunto aqui: Estamos vivendo dentro um computador? Porém isso não tem relação com a existência ou não de Deus e mais, a entrevista é de 2003, como ele poderia ter falado de algum experimento realizado em 2005?


4 – Nenhuma teoria completa (nem parcial) foi apresentada até hoje (Dezembro de 2013) sobre nada relacionado a isso e em uma procura na Scientific American não se encontra absolutamente nada sobre o assunto.

A conclusão óbvia é que a notícia é falsa, muito provavelmente o Kaku nunca deve ter falado nada disso e as justificativas dadas para a sua afirmação não fazem sentido fisicamente. Minha visão é que tudo não passa de confusão e um pouco de falta de caráter. Alguém que não entendeu nada do que leu deixou ser levado por suas crenças ao tentar interpretar as palavras do Michio Kaku, então resolveu escrever um texto alarmista sobre o assunto e viralizou.

Nós físicos, de forma geral, não temos nenhum interesse em provar a existência ou não de Deus, a crença em um ser superior é algo subjetivo demais para que possamos sistematizar como fazemos em nossas pesquisas. Mesmo assim existem pessoas que fazem mal uso da ciência para tentar provar suas crenças pessoais, distorcendo o conhecimento científico para embasar ou refutar a existência de um Deus. Nos departamentos de ciência de todo mundo temos pesquisadores das mais diversas religiões, além de ateus e agnóstico sendo que a grande maioria deles faz seus trabalhos de forma séria, sabendo os limites de investigação da ciência.

-----

Galera, essa semana será a última semana de correria para mim, depois dela vou começar uma série de posts sobre mecânica  quântica e no ano que vem pretendo começar um sobre relatividade. Até mais!
sábado, 7 de dezembro de 2013
Posted by Thiago Guimarães

Recebe atualizações por e-mail

Google+

Seguidores

Posts populares

Labels

- Copyright © Simetria de Gauge - Powered by Buc! - His name is Robert Paulson - Use $\LaTeX$